Já ouviu falar do Verão da Lata?


No verão de 1987/88 milhares de latas recheadas de maconha apareceram boiando em praias brasileiras

Por volta de Agosto de 1987 um navio de origem Panamenha com nome de Solana Star havia saído da Austrália carregando 22 toneladas de maconha tailandesa. A embarcação estava vindo em direção ao Brasil com destino final em Miami nos EUA.

Através de um informante, a DEA americana ficou sabendo das coordenadas da embarcação e avisou a policia federal brasileira, que com a ajuda da Marinha iniciou uma busca. A tripulação do Solana descobriu que estava sendo procurada e jogou toda a sua carga no mar.

Por volta de 20 de setembro, diversas latas começaram a ser achadas no litoral do Rio e São Paulo num evento que ficou conhecido como o Verão da Lata.

Verão da Lata: "O veneno da lata"

O "Da Lata" era a erva mais forte que qualquer brasileiro já tinha fumado, uma porrada no cérebro e por isso foi apelidada de Mike Tyson. A latas vinham hermeticamente fechadas a vácuo recheadas da erva tailandesa, que segundo especialistas tinha os buds banhados no mel de haxixe e um teor mais alto de THC.

A notícia se espalhou rápido e apesar dos esforços da policia para capturar as latas, a maioria delas foi achada antes por pescadores, caiçaras, surfistas e jovens que frequentavam o litoral. A galera desacreditou naquele "milagre", cada lata vinha com 1,5 Kg de recheio da melhor qualidade e cerca de 15 mil delas foram jogadas no mar.

E assim foi, do Rio de Janeiro ao Rio Grande do Sul, milhares de latas, sem rótulo, começaram a ser avistadas, procuradas e compartilhadas. Nascia um fenômeno cultural e "Da Lata" virou até gíria pra coisa boa entre a galera.

Para saber mais sobre o assunto leia o livro Verão da Lata do Autor Wilson Aquino da Editora Barba Negra e assista o documentário de mesmo nome no History Channel Brasil, segue o trailer abaixo:

#verao #da #lata #veraodalata #maconha #erva #solanastar #vp #vagabundopadrao

62 visualizações
  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Vimeo - Black Circle
  • Spotify - Black Circle

Vagabundo Padrão © Todos os direitos reservados. 2020 Brasil